Menu

Nave secreta pousa na terra após 718 dias no espaço

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) lançou uma nave misteriosa no espaço em maio de 2015. Desde então, não foi divulgado qual era o objetivo do governo ao colocar o objeto nos ares. Agora, a espaçonave retornou à Terra após ficar exatos 718 dias em órbita.

A Aeronave, que leva o nome de batismo de X-37B, é um veículo de teste orbital, e pousou com segurança no centro espacial da agência espacial americana, na Flórida, neste domingo (7). O veículo é de fabricação da companhia Boeing, mede 8,8 metros de largura por 4,6 metros de altura e tem um design semelhante ao dos antigos ônibus espaciais da NASA, com porão de carga para descarregar objetos no espaço.

Esta foi a quarta vez que a mesma nave foi utilizada, e também foi sua missão mais longa já realizada – pelo menos que se tem notícia a respeito. A primeira aconteceu em 1999, quando ela foi originalmente projetada pela NASA para reparar satélites em órbita. Cinco anos mais tarde, o programa foi classificado como secreto e delegado à USFA, que passou a usar o protótipo em missões ultrassecretas. As missões anteriores duraram 224 e 674 dias, em 2010 e 2012, respectivamente.

A única informação revelada pela Força Aérea sobre o projeto é de que se trata do “veículo espacial reutilizável com a tecnologia mais avançada da atualidade”. Quanto ao pouso da nave ao nosso planeta ontem, os responsáveis pelo programa disseram que os testes ao longo dos mais de dois anos foram para avaliar “redução de risco, experimentação e desenvolvimento de conceitos de operações para tecnologias de espaçonaves reutilizáveis”.

Especialistas e organizações sem fins lucrativos levantam diversas teorias sobre os segredos por trás do programa X-37B. Especula-se que o governo possa estar testando uma plataforma de armas no espaço que seria capaz de atacar alvos na Terra ou em órbita. Embora esta possibilidade já tenha sido descartada pelo Pentágono, outro rumor é de que a espaçonave tenha como principal objetivo testar um hardware relacionado à inteligência, o que significa que o governo americano teria capacidade de interceptar atividades e comunicações de satélites, permitindo vigilância a nível global.

Mesmo sem ter divulgado quais são os propósitos do projeto, a Força Aérea dos EUA já tem mais um voo da X-37B para o próximo semestre. O órgão também já informou que a missão será secreta e, assim como os lançamentos anteriores, a nave deve ficar vários meses em órbita. Logo, não vamos ouvir falar sobre ela tão cedo.

Via Tecmundo com informações de http://www.space.com

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.