Menu

Vírus de computador se espalha como a gripe em pontos de acesso Wi-Fi

Já existe um malware que se espalha pelo ar, como uma gripe. Pesquisadores da Universidade de Liverpool criaram um poderoso vírus capaz de residir e ser transmitido em redes Wi-Fi abertas, e não somente entre computadores ou entre um computador e um servidor como acontece na maioria das vezes.

É importante não clicar em nada que você desconheça, e evitar propagandas que marcam muita gente na web. Saiba como identificar sites que podem conter códigos maliciosos

É importante não clicar em nada que você desconheça, e evitar propagandas que marcam muita gente na web. Saiba como identificar sites que podem conter códigos maliciosos

Batizado de Chameleon (camaleão, em inglês), o código malicioso é impossível de ser rastreado por softwares antivírus atuais, que procuram ameaças exclusivamente dentro das máquinas.

Criado para pesquisa de segurança de redes, o malware é o primeiro a conseguir se espalhar por pontos de acesso Wi-Fi e a roubar dados dos usuários logados. Segundo os pesquisadores britânicos, ele é tão poderoso que chega até a buscar por pontos mais vulneráveis da rede para se reproduzir com mais facilidade, evitando redes criptografadas e firewalls.

“Quando Chameleon ataca um ponto de acesso, ele não afeta como ela funciona, mas é capaz de coletar e mostrar as credenciais de todos os outros usuários conectados à rede. Depois, o vírus procura outras redes Wi-Fi para se conectar e infectar”, detalhou o professor de segurança de rede da Universidade de Liverpool, Alan Marshall.

Sua semelhança com um vírus real, como o da gripe, está também na capacidade de infecção. Isso porque, teoricamente, quanto maior a concentração de computadores conectados a uma rede infectada, maiores as chances de Chameleon conseguir se espalhar pelos pontos de acesso Wi-Fi – áreas com mais redes sem fio abertas são mais propensas ao malware.

Embora seja preocupante, o Chameleon só existe dentro dos laboratórios da Universidade de Liverpool. O principal objetivo é mostrar que é possível haver, no futuro, um vírus com esse comportamento solto em redes de todo o mundo e as empresas de segurança de rede devem estar preparadas.

Via Mashable/ Techtudo

0

A Redação do OndaTOP, é responsável pelo compartilhamento de informações relevantes ao público do Canal, e pela editoria oficial de materiais que sejam elaborados a pedido da gestão do Grupo DigiCOM Comunicação.