Menu

CAERD deixa moradores das zonas norte e central de Porto Velho sem água tratada

Moradores das zonas Norte e Centro de Porto Velho continuam sem fornecimento de água tratada desde o início da semana. Segundo a Companhia de Águas e Esgoto do Estado de Rondônia (Caerd), o reparo já foi feito, mas bairros mais altos ainda não tiveram o fornecimento normalizado nesta quarta-feira (12).

Estação de captação foi implementada no final de 2012, possíveis erros de projetos podem ter deixado a mesma em uma área crítica, haja visto o atual alcance pelas águas

Estação de captação foi implementada no final de 2012, possíveis erros de projetos podem ter deixado a mesma em uma área crítica, haja visto o atual alcance pelas águas

O motivo da falta de água foi causado pelo rompimento de uma adutora da Caerd, responsável pelo transporte da água do Rio Madeira até a estação de tratamento. No bairro Pedrinhas, um dos mais afetados, os moradores reclamam dos transtornos causados.

Sem água encanada, a roupa suja se acumula na máquina de lavar da dona de casa Maronita Ribeiro, que reclama ter que suspender as tarefas domésticas por causa da falta de água. Pra quem tem crianças em casa a situação é ainda mais difícil. “Há cinco dias não tem água aqui no bairro Pedrinhas, aqui na torneira vocês podem ver que não cai nada de água, muitas roupas sujas pra lavar, crianças que precisam tomar banho também, é muito complicado”, disse Maronita.

A caixa d’água que deveria abastecer a residência também está vazia, e a pouca água que ainda existe está suja. Na casa do vizinho de dona Maronita, a única água que tem é da chuva. O problema todo, segundo o coordenador operacional da Caerd, Sérgio Augusto, é que a adutora que fica localizada na região da estrada de Santo Antônio foi rompida. “Houve um rompimento na nossa adutora de água bruta, pela fadiga do material, mas as equipes já estão em campo corrigindo”, disse Sérgio Augusto. Os trabalhos aconteceram durante toda a terça-feira (11), na tentativa de normalizar o abastecimento de água aos moradores dos bairros entre as Avenidas Guaporé e Farquhar.

Proximidade com o rio, e  cheia do Madeira fez com que fosse desativada a captação

Proximidade com o rio, e cheia do Madeira fez com que fosse desativada a captação

A assessoria de comunicação da Caerd informou que os reparos necessários já foram feitos e o fornecimento de água, para alguns bairros, foi normalizado durante a madrugada. Em bairros como Arigolândia, Panair e Pedrinhas, o problema deverá ser normalizado na noite desta quarta-feira, pois de acordo com a Caerd são bairros mais altos, onde o bombeamento é feito de forma mais lenta, devido aos muitos dias sem água.

DIFICULDADE COMPROVADA DA CAERD EM CONCLUIR OBRAS DE INFRAESTRUTURA

A Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd) ainda não concluiu as obras para trocas dos canos da adutora e fechamentos de valas abertas há mais de oito anos na Rua Tiradentes, em Ji-Paraná. A via é o principal acesso aos Bairros São Francisco e Vila Jotão, localizados no segundo distrito do município. Os buracos abertos há oito anos são parte de um processo para resolver problemas no encanamento de abastecimento de água da região. Retomada em dezembro de 2013, a obra foi deveria ter sido concluída no mesmo mês, entretanto foi novamente paralisada e os moradores reclamam que, desde então, o problema só piorou.

Fonte: G1.com.br 

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.