Menu

Possível assassino de Adelino Ramos chegou a delegacia com advogado

Ozéas Vicente, apontado como assassino do líder do Movimento Camponês Corumbiara (MCC), Adelino Ramos, entregou-se na manhã desta segunda-feira na sede da Delegacia Regional de Extrema, a cerca de 45 quilômetros de onde ocorreu o crime na última sexta-feira. De acordo com o Diretor-Geral de Polícia Civil, Claudionor Soares Muniz, mesmo com o forte aparato na região, montado instantes após a morte de Adelino, o acusado chegou a Delegacia com um advogado e foi preso por já estar preventivado. Claudionor Soares e o secretário da Defesa Marcelo Bessa estiveram reunidos com jornalistas em Porto Velho.

Delegado de Polícia e Secretário Estadual de Segurança Pública em Coletiva de imprensa

Delegado de Polícia e Secretário Estadual de Segurança Pública em Coletiva de imprensa

De acordo com o delegado, Ozéas ainda não foi ouvido e está sendo recambiado a Porto Velho em aeronave do Governo. Ele deverá prestar depoimento ainda nesta segunda na Delegacia de Homicídios. O delegado Claudionor Soares afirma que a principal linha de investigação é que Ozéas tenha matado Adelino por vingança, uma vez que o líder do MCC teria feito denúncias ao IBAMA sobre a ação de Ozéas na região. Ele atuaria com madeireiras.

Mas como Ozéas ainda não foi ouvido, nada pode ser descartado, adianta o delegado, explicando que tanto a vítima como o acusado já tinham passagens pela Polícia. O suposto assassino por estar envolvido em outro assassinado no Estado do Amazonas e é foragido. Já Adelino atuava ainda pelo MCC, disse o delegado.

Adelino Ramos já vinha sendo ameaçado de morte nos últimos dias, de acordo com o delegado, mas não houve denúncia a Polícia. A informação foi repassada apenas a família. No dia do crime, conta o delegado, o suposto matador seguiu Adelino e o alvejou. Veio caminhando e assim saiu, mas foi visto pelo próprio Adelino e outras testemunhas. O líder do MCC viu o algoz e disse seu nome antes de morrer.
O secretário Marcelo Bessa afirmou que a imagem de Ozéas vai ser preservada. Ele chega no final da tarde, irá prestar depoimento e somente na terça-feira as autoridades policiais irão repassar detalhes aos jornalistas em nova coletiva.

 

Fonte: Rondoniagora
Maiores Informações: www.rondoniagora.com.br

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.