Menu

ONU teme ‘graves violações dos direitos humanos’ por forças de Ouattara

GENEBRA — A ONU indicou nesta sexta-feira que teme “graves violações dos direitos humanos” cometidas pelas Forças Republicanas da Costa do Marfim (FRCI), leais a Alassane Ouattara, principalmente no oeste do país.

Forças pró-Outtara em Duekoue, oeste da Costa do Marfim

Forças pró-Outtara em Duekoue, oeste da Costa do Marfim

“Temos informações não confirmadas de graves violações dos direitos humanos cometidas pelas Forças Republicanas da Costa do Marfim, as forças pró-Ouattara”, declarou à imprensa o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Rupert Colville.

Estas violências teriam sido registradas “em particular nas regiões de Guiglo e Daloa, a oeste”, explicou.

O porta-voz aludiu a “saques, extorsão de fundos, sequestros, detenções arbitrárias e maus tratos contra os civis”.

No quarto dia de uma ofensiva relâmpago, os homens de Alassane Ouattara, presidente reconhecido pela comunidade internacional depois da eleição de novembro, tomaram o controle de quase todo o país, com exceção dos bastiões dos defensores de Laurent Gbagbo.

 

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.