Menu

DISCURSO de POSSE – Confúcio Moura e seu discurso na posse ao Governo de Rondônia

Mantendo o nível de comunicação oficial restrita ao atual blog, Confúcio Moura posta o Discurso de POSSE
Mantendo o nível de comunicação oficial restrita ao atual blog, Confúcio Moura posta o Discurso de POSSE

CONFIRA O DISCURSO DE POSSE DO GOVERNADOR DE RONDÔNIA CONFÚCIO MOURA


AGRADECIMENTOS

1. Agradecimentos a família, ao partido, aos partidos aliados, ao povo de Rondônia

2. AGRADECIMENTO AO VICE-GOVERNADOR AIRTON GURGACZ

3. Agradecimentos aos amigos de Goiás, Tocantins que estão presentes (Josa, Hagahus e Anísio de Souza)

4. Cumprimento à justiça eleitoral brasileira pela administração das eleições dentro de um novo conceito – ficha limpa

5. Aos devotos – pastores, padres, amigos, parentes e ao Nóbel Moura que fez uma promessa diferente – de vir de Ariquemes à Porto Velho correndo (20 km/dia) e chegou hoje.

6. Agradecimento ao povo de Ariquemes

Quero saudar o povo de Ariquemes, que sempre esteve a meu lado, ali moro e tenho particular gratidão pela acolhida, apreço e prestígio que sempre me devotaram. Ali manterei o meu permanente endereço.Estou satisfeito e honrado em ser empossado hoje no cargo de Governador do Estado.

E estou certo que esta vitória não veio à toa, mas, sim pelo somatório de mandatos já exercidos. Isto mostra que tudo é possível em nossa existência, mesmo aquilo que não havia planejado ser.

Sou de uma terra de gente pobre e que ninguém se sentia rejeitado, que terminava uma pobreza rica, porque se tinha um orgulho esquisito de se ter muita ambição. Sou de uma terra brasileira, que não tinha região certa, que não era Norte e nem Nordeste, muito menos Centro Oeste, mas, um belo sertão de campinas, veredas sem fim, bancos de areões da Bahia, Piauí e Maranhão, mas, que também era Goiás que virou Tocantins.

Sou de uma terra de gente humilde, cuja ferramenta mais importante era o livro. Poucas escolas, muitas idéias e que se pegava a estrada do mundo bem novo, mas, sempre preso aos laços da tradição;

Sou da terra de brasileiros abnegados, devotos por soluções, de tão esquecidos e distantes criavam tudo com as próprias mãos. Não tinha de quem esperar. Eu mesmo sou um barro bruto que pegou forma pelas mãos de professores como Osvaldo Póvoa, Carlos Alberto Wolney, Padre João Magalhães, Madre Aranzazu, Stela, Amparo, Fuencisla – estas pessoas domavam o atraso impregnando luz nossas mentes sertanejas; Sou de uma terra inesquecível de sonhos tão fortes, que parecíamos tão iguais como num socialismo perfeito. Sou de uma terra de gente ousada, que não esperava nada do Brasil de outras bandas:

Hagahus Araujo – criou o Instituto de Menores há mais de 50 anos para abrigar a juventude paupérrima e de lá se formaram médicos, advogados, professores, empresários, cidadãos dignos; Ele que foi Prefeito, Deputado Estadual, Federal e hoje está aqui para me honrar de corpo presente. O seu principio é simples – direitos e deveres como pratos de uma balança que devem andar em equilíbrio permanente – como uma educação com base no trabalho.Sou desta terra que a gente tinha que buscar a solução ali mesmo.É por isto que estou aqui e agora, recebendo o mandato de Governador de Rondônia, com esta força imensa na veia de gente destemida que encara a vida como ela é e vai em frente.


Herdei do meu pai a inquietude e o sentimento de aventura. Ele não se acostumava com o mesmo lugar, amava o risco e se expunha integralmente. Não podia ouvir falar em cidade nova, em garimpo novo, em eldorado. Foi com este sentimento Bandeirante que cheguei ao Estado de Rondônia. Só houve uma diferença, vim e não saí mais.Foi bom ter ajudado Rondônia crescer. Foi bom ter sido também médico de garimpos. Foi bom ter sido médico de seringueiros. Foi bom ter sido médico de colonos aventureiros. Foi bom ter assistido a transformação de Rondônia que evoluiu de duas cidades para cinqüenta e dois municípios.

A única arrogância permitida ao líder é o desafio. A ele compete enfrentar até mesmo o abismo que se descortina a cada dia. Não pode se acomodar diante do perigo, do conflito e da contradição, enfrentar para mediar, resolver, negociar e alcançar a paz e o acordo.

GUAJARÁ-MIRIM

Parece que meu amigo Máximo Villar, que já é falecido me ajudou em Guajará-Mirim porque foi a cidade que obtive a maior votação no Estado nesta eleição. Foi uma sintonia fina entre nós. O meu discurso calou os corações da cidade. E agora, tenho este compromisso de honra com a cidade.

Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos.

Este é o artigo primeiro da Declaração Universal dos Direitos do Homem – ONU 1948 – Eu acredito neste principio, desde que se possa oferecer para todos, igualmente uma boa escola, uma boa saúde e oportunidades.É sempre com este artigo na cabeça com irei movimentar o meu governo, pra sempre gerar oportunidades às pessoas. E o princípio básico é a educação de qualidade para pobres e ricos.

Da outra parte é abrir as portas para a igualdade nas disputas das compras governamentais. Em todas as suas formas, desde abrindo as portas do Governo para as compras governamentais para todos, chamando os pequenos empresários para participar, auxiliando na formalização dos microempreendedores.O segredo para a solução é a capacitação, a profissionalização dos jovens para que vejam as janelas abertas da prosperidade.

O QUE É A NOVA RONDÔNIA?

A NOVA RONDÔNIA é um simples slogan de campanha. É a Rondônia de sempre investida de novos compromissos. E tudo que a primeira vista pode ser simbólica, passa a se concretizar com algumas ações simples
1. O plantio de uma árvore na porta do palácio – o mogno – e daí em todas as secretarias, autarquias e representações no Estado, no mesmo dia 4 de janeiro às 16 horas.
2. Encontro com empresariado nos primeiros quinze dias – principalmente fornecedores para entender como será a NOVA RONDONIA – para se estabelecer uma nova relação entre o Estado e iniciativa privada. Com apresentações da Emília, SEAGRI, SEDAM, SUPEL.
3. Pacto da governança – Logo depois da posse da Nova Assembléia, com a participação do MP, MPF, TCE, TVU, OAB e OBSERVATÓRIO SOCIAL – um pacto de governabilidade para reduzir possíveis resistências e voar para o mundo das metas e dos controles.
A NOVA RONDONIA – terá portas abertas e com salas VIPS para os micros, pequenos e médios empresários, como também para os produtores rurais.
NOVA RONDONIA – não terá segredos. Quem tiver os seus que não me procurem. Não tenho compromisso com sigilo de atos de rotina, de procedimentos e formalidades de Estado.
INCENTIVOS FISCAIS

Este é um poderoso instrumento de desenvolvimento local. Que deve ser oferecido para grandes, médios e pequenos. Além promover a justa distribuição do desenvolvimento no Estado inteiro.
Além da política de incentivos para atrair empresas, deve o Estado aproveitar o momento para implantar no Estado a infraestrutura necessária para atrair empresários:
Um novo porto, aeroporto internacional, boas estradas, energia farta, gás natural, ferrovia, eclusas e aumento da produção de carne e leite através da modernização do setor, além das oportunidades de negócios para os vizinhos da América Latina e para o mundo inteiro. A saída para o Pacífico. A união dos oceanos. Com isto – virão os novos meios de modernização de nossas empresas com a ZONA DE PROCESSAMENTO DAS EXPORTAÇÕES – ZPE.
Segurança Jurídica para investimentos e regras claras para assegurar ao investidor neste Estado às garantias do retorno do seu capital.
MEIO AMBIENTE

A minha política é do desmatamento zero. E fortalecer a boa e necessária relação com o setor produtivo madeireiro, agricultores e fazendeiros, para que de agora em diante, a riqueza deste Estado deve perseguir outros fatores modernos de produtividade, como sejam as recuperação de pastagens degradadas, o plantio de árvores, a criação de peixe, o manejo florestal desburocratizado, rápido e legal.
Tudo centrado em duas bases – a Regularização Ambiental e Regularização fundiária. Estas políticas devem ser perseguidas como causas maiores do nosso desenvolvimento.
O zoneamento econômico e ecológico –como poderoso instrumento de planejamento e desenvolvimento.Não quero ver a riqueza natural olhando a pobreza humana. E tudo será diferente com ciência, pesquisa e tecnologia como instrumentos poderosos de preservação ambiental.
Eu assumo o compromisso de fiscalizar a política ambiental no Estado junto com os nossos fiscais, a Polícia Florestal – o que é bem melhor e saudável do que permitir, permanentemente, que a Força Nacional, Policia Federal, até mesmo o Exército invada o Estado em suas operações de guerra.
Comigo eu farei este serviço permanentemente de forma que o Estado assuma uma nova consciência de desenvolvimento com a floresta em pé.
INFOVIA MULTIMÍDIA RONDONIA
Eu quero Rondônia coberta por ondas de Internet, por fibras óticas, ondas de rádio wireless, quero dados, voz e imagens formando a maior nuvem de iluminação dos nossos céus. Eu quero que estas ondas levem para todos os cantos e recantos deste Estado à integração completa do nosso povo. A educação de qualidade, as redes de contatos, a regulação dos serviços de saúde, os dados da segurança pública. Quero todo mundo conectado com todo mundo.
No mais é a tecnologia da Informação dando preferência ao software livre.
A PESQUISA CIENTIFICA
Criarei a Fundação de Apoio à Pesquisa Cientifica nos próximos três meses. Darei a devida regulamentação e ajustarei no Orçamento do Estado os recursos para prover o inicio de suas atividades.
Um Estado sem pesquisa cientifica jamais será capaz de orientar o seu próprio desenvolvimento.
SEGURANÇA PÚBLICA
Este um clamor nacional e nosso também. É a integração entre todos os órgãos de governo para o enfrentamento do crime, do vício das drogas e se promover ações preventivas nas escolas e no tratamento dos doentes químicos.
Ações centradas na informação competente e no movimento do pessoal de acordo com a necessidade. Uma política de segurança pública progressivamente eficiente para que a população possa confiar no governo.
SEGURANÇA ALIMENTAR
Perseguirei com a implantação dos bancos de alimentos, para que possamos combater o desperdício de comida no Estado;
A implantação de dois restaurantes populares na cidade de Porto Velho com baixíssimo preço da comida e com boa qualidade nutricional, tendo como principio a compra direta da agricultura familiar e com o gosto dos nossos costumes alimentares.
Da mesma forma, três mercados populares na cidade de Porto Velho, nos bairros para que a população de baixa renda possa adquirir comida de qualidade com preços mais baixos.
A TEORIA DA ORGANIZAÇÃO
Não vou jogar dinheiro fora. Qualquer dinheiro público em Associações, Cooperativas, entidades deve antes de tudo serem conhecidos os seus perfis de organizações.
Sem organização vem o caos. O desperdício e o falso crescimento. Por isto, todo mundo deve ser treinado, fiscalizado e avaliado. A técnica da preparação massiva é uma extraordinária possibilidade de desenvolvimento inclusivo. Vamos preparar técnicos de desenvolvimento econômico, pela técnica de preparação massiva do Professor Clodomir Santos de Moraes.
PRESIDIOS
A palavra de ordem é o da humanização dos presídios, centrado na dignidade da pessoa humana, na educação e no trabalho dos apenados. A busca do recurso no Ministério da Justiça e outras Secretarias Nacionais para nos atender na consecução dos nossos objetivos.
EDUCAÇÃO
No meu PLANO DE GOVERNO – eu assumo frontalmente o meu compromisso com a EDUCAÇÃO. Educar para incluir. A juventude só sairá do mundo da violência e das drogas se tiver aberta – A PORTA DA ESPERANÇA. E esta porta chama-se EDUCAÇÃO.
Educação com metas de desempenho, boa gestão, foco no aluno, avaliação permanentes, controles rígidos e boas escolas. Além do mais com os professores respeitados, qualificados e comprometidos.
A Universidade Estadual que entrará em ação gradualmente, a principio com a modalidade à distância com tutoria para todo Estado. E a educação integral da mesma forma.
SAÚDE
Sou médico e conheço a saúde pública. Conheço as suas duas grandes deficiências históricas – o baixo nível do gerenciamento dos serviços e o subfinanciamento crônico. Diante disto, tenho condições de garantir que irei melhorar os serviços.
1. Tirar os doentes do chão e das macas no Pronto Socorro Estadual de Porto Velho;1. Colocar um avião a disposição dos municípios de fronteiriços e distantes;
2. Regionalização efetiva
3. Implantação de consórcios de saúde
4. Modelos complementares de atendimentos, organizações gerenciais, filantrópicas, oscips.
5. Parcerias com entidades civis e religiosas que cuidam de dependentes químicos
6. Apoio integral a gestante e à criança
7. Apoio aos municípios para os projetos de saneamento ambiental e destinação dos resíduos sólidos
SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS
Sempre me dei bem com os servidores públicos. E vou continuar do mesmo jeito. Quem tem recursos humanos bem preparados move o mundo inteiro. Não terei nenhuma greve no meu governo. Todo mundo sabe fazer conta e saberá entender os limites do Estado que são previstos em lei.
IMPRENSA
Nenhuma novidade. A relação com os órgãos da imprensa do Estado, com certeza, será a mais cordial e respeitosa possível. Valoriza a imprensa livre, investigativa e defensora do interesse do Estado e do povo.
A MINHA FAMÍLIA
Não poderia, mais uma vez, num momento importante como este, deixar de agradecer a minha esposa Maria Alice Silveira Moura, pelo apoio, pela vida discreta e reservada voltada exclusivamente a sua profissão. As minhas duas filhas – Bárbara e Débora.
Genro Guilherme e netas. Alice está convidada por mim, para de agora em diante me acompanhar de perto, ela que sempre foi alheia ao ritual da política, gostaria que agora preciso dela como suporte indispensável para o meu próprio equilíbrio emocional e apoio.
A minha mãe, que participou mesmo em cadeira de rodas, da minha campanha eleitoral, dando depoimentos verdadeiros, que foram importantes para a minha vitória. Aos irmãos, que aqui vivem Dr. Nobel, Cláudia, Cira, Vanda que estão presentes neste ato e que também em muitos momentos estiveram ao meu lado na vida política e profissional.
Ao cunhado Dr. Marciano Rafael da Silveira que administra com competência a nossa sociedade privada e ao Francisco de Assis Oliveira que coordenou esta campanha com imensa qualidade.
Ofereço este mandato à memória do meu pai – Zeferino de Sena Moura, que sempre esteve próximo da política desde os tempos de JK, foi candango em Brasília e contribuiu com seu esforço pessoal, como pedreiro, da construção do prédio do Congresso Nacional. Está sepultado nesta cidade de Porto Velho.
CONCLUSÃO

O povo de Rondônia deve se reencontrar com a esperança, a sem ela nada acontecerá. Além do mais, deixar de se iludir com o sucesso dos outros e deixar de copiar os modelos existentes mundo afora. Habitualmente as soluções estão próximas de nós mesmos.Henry Kissinger já dizia que a complexidade não pode ser afetada pela pouca velocidade. É por isto que temos pressa, porque o meu mandato tem prazo para iniciar e terminar e os desafios são grandes e a vontade de resolver é muito maior.Vamos companheiros, juntos, dar a Rondônia o que ela merece que é a credibilidade, eficiência e justiça social, como base
PENSAR GRANDE, COMEÇAR PEQUENA E TER PRESSA (Carlos Alberto Julio)
Postado por Blog do Confúcio Aires Moura às 17:11
0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.