Menu

Com superprodução, Rihanna faz show eletrizante em São Paulo

Sexy, provocante e empolgada, muito empolgada. Foi assim que a cantora Rihanna ficou durante toda sua apresentação em um show eletrizante na noite deste sábado (17), no Anhembi, em São Paulo, dando o pontapé inicial na turnê The Loud Tour pelo Brasil. Com superprodução, incluindo telões de Led, a estrela pop cantou 19 músicas sem deixar nenhum de seus grandes sucessos de fora.

O show previsto para às 21h30, iniciou com um pouco mais de uma hora de atraso. Impaciente, o público começou a vaiar o DJ – que antecipou a apresentação da cantora – e pedir a presença de Rihanna, com gritos de “começa! começa!”. Eis que apagam as luzes, para euforia de todos, e surge a estrela pop, de dentro de um globo gritando “São Paulo”. A revolta do público logo foi embora e gritos tomaram conta do Anhembi, que não estava completamente lotado, porém tomado pelos fãs da cantora, entre eles, vários famosos, como Jonatas Faro, Sabrina Sato, Thayla Ayala, Klébber Toledo e Marina Rui Barbosa.

Rihanna faz seu primeiro show no Brasil, com superprodução

Rihanna faz seu primeiro show no Brasil, com superprodução

Com óculos de glitter, uma blusa colada exibindo um generoso decote e um microshort que deixava suas pernas de fora, Rihanna abriu o show com Only Girl (in the Word), emendando em seguida Disturbia e Shut Up and Drive. Ficou vísivel a emoção que tomava conta da estrela em cantar pela primeira vez no Brasil, e repetia, entre uma música e outra, o nome da capital paulista, além de pedir para o público levantar as mãos.

Afinadíssima, Rihanna não fez uso de playback em nenhuma música, e acompanhou as coreografias com seus bailarinos, mesmo com o shortinho incomodando, que uma vez ou outra parecia fio-dental. Depois de Raining Men, uma pequena pausa, e a cantora volta ao palco com a música Hard em cima de um canhão rosa, que disparou em direção do público uma caixinha, caindo nas mãos da sortuda Adriana Rinaldi, de 27 anos. “É uma camiseta (com o rosto da cantora). Fiquei muito feliz”, disse ela, não acreditando que iria sair do show com um presente de Rihanna.

Dentre as performances exibidas, a estrela pop tocou bateria, fez danças sensuais e desceu do palco para ficar bem próximo do público, que se espremeu para conseguir tocá-la. As manifestações de carinho dos fãs com Rihanna deu-se através de cartazes como “Riri você é minha diva”, escrito em inglês, e mimos como ursinhos de pelúcia e buquê de flores.

Ao cantar a música Cheers (Drink to That), Rihanna segurou um copinho que parecia ter cachaça, e chamou seu guitarrista Nuno Bettencourt – que fez parte da banda Extreme – para brindar com ela: “salute”, disse a cantora, que bebeu em seguida.

Rihanna encerrou seu show com os sucessos Don’t Stop the Music e Umbrella, e ao se despedir, afirmou que era sua primeira vez no Brasil e que estava muito emocionada: “eu amo vocês”, finalizou.

Exótica, a estrela mostrou que tem muito fôlego, e pela reação do público, provou que é umas das maiores cantoras pop da atualidade. De São Paulo, Rihanna segue para Belo Horizonte, onde toca neste domingo (18), depois embarca para Brasília, com show na quarta-feira (21), e finalmente canta na abertura do Rock in Rio, na sexta-feira (23).

FONTE e FOTOS: TERRA.COM

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.