Menu

Água Tratada é Realidade Próxima em Migrantinópolis

O prefeito do município de Novo Horizonte D’Oeste, Nadelson de Carvalho, esteve recentemente acompanhando as obras de ligação entre a Estação de Tratamento de Água – ETA e a rede de distribuição que já está instalada no distrito de Migrantinópolis.

Prefeito Nadelson (centro) e vice-prefeito Jamil (1º direita de chapéu) em visita as obras na ETA de Migrantinópolis

Prefeito Nadelson (centro) e vice-prefeito Jamil (1º direita de chapéu) em visita as obras na ETA de Migrantinópolis

A ETA foi adquirida em 2010, com recursos de emenda parlamentar do deputado Valter Araújo (PTB) no valor de R$ 100 Mil. A canalização, para levar a água da ETA aos consumidores já existe desde a administração do ex-prefeito Ceará, mas nunca foi utilizada. Na época, os recursos foram de emenda parlamentar da deputada federal Marinha Raupp (PMDB).

A CAERD, segundo informado pelo prefeito Carvalho, tem realizado um esforço significativo para agilizar a obra e tudo que for necessário para a rápida conclusão dos trabalhos, a prefeitura irá fazer.

“Aqui só haviam os canos e nada mais. Agora com a entrega não da ETA, mas da água para a população, fico satisfeito por ter cumprido mais um compromisso, compromisso esse que garante uma vida nova para todos que receberão em seus lares água tratada e de qualidade” – citou o prefeito Nadelson.

Reivindicada há anos pela população e também uma necessidade primária para a qualidade de vida, a água está chegando através dos esforços também dos políticos que representam a localidade, vereador Cléber Firmino (PTB) e vice-prefeito Jamil (PTB), ambos do partido do deputado Valter Araújo.

A CAERD na parceira com a administração municipal, entra com a conclusão da Estação de Tratamento de Água, duplicação da rede e a realização das ligações.

Prefeito Nadelson de Carvalho se  reúne à vereadores e equipe da CAERD, em visita às OBRAS da ETA de Migrantinópolis

Prefeito Nadelson de Carvalho se reúne à vereadores e equipe da CAERD, em visita às OBRAS da ETA de Migrantinópolis

Com toda a capacidade de demanda da nova ETA, pode-se atingir de 1.200 à 1.500 ligações no limite total, mas de início, serão feitas cerca de 800 ligações.

O prefeito Nadelson, que acompanhou as obras em todas as etapas, finalizou a vistoria nas obras dizendo “Mais do que um benefício, a água é uma necessidade e um direito. Sonhado por muitos, em breve faremos uma realidade, nas torneiras de todos os habitantes”.

Da Redação – Por Anderson Guizolfe

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.