Menu

Polícia de Rondônia prende Assaltante do BASA – Estava em Jí-Paraná

A Polícia Militar conseguiu prender no começo da tarde de hoje (22), um dos dois assaltantes que estavam foragidos. A prisão do Adalbervan Souza Santos, 23 anos de idade, aconteceu na Rua Rio Grande do Sul, entre T-23 e T24, no bairro Boa Esperança.

Na Grade ! Adalbervan Souza confessou participação após ser preso em Jí-Paraná

Na Grade ! Adalbervan Souza confessou participação após ser preso em Jí-Paraná (Clique na Foto para Ampliar)

Após receberem uma informação dando conta quem em uma residência no bairro Boa Esperança havia um homem machucado e provavelmente seria um dos assaltantes do Banco Basa de Cujubim, os Policiais Militares do Serviço Reservado do 2º BPM começaram uma intensa investigação e após alguns dias, trabalhando diuturnamente e sem medir esforços, conseguiram constatar a veracidade da denúncia.

Com o apoio do GOE (Grupo de Operações Especiais) do 2º BPM, comandado pelo ASP OF PM Leandro e da guarnição composta pelo CB Freire e PM Teodoro, os policiais cercaram a residência. Ao perceber que estava encurralado, o meliante ainda tentou empreender fuga, mas como a área estava totalmente cercada, não obteve êxito e foi capturado logo em seguida.
Já preso, Adalbervan Souza confessou a participação no assalto ao Banco Basa em Cujubim e deu detalhes do roubo. Segundo o assaltante, as armas usadas no roubo eram do chefe da quadrilha, o elemento conhecido como “Chicão”, morto na troca de tiros com os policiais do GOE de Ariquemes. “A ordem que recebi era para tocar o terror, atirando sempre para cima e não era para machucar nenhuma pessoa, mas se alguém entrasse no caminho era para mandar ir para o inferno”, confessou. Durante o depoimento, Adalbervan também disse que o total roubado do banco foi R$ 402 mil reais e receberia R$ 25 mil reais pelo serviço.
Ele também mencionou o momento da troca de tiros: “Eu escutei um tiro, achei que era da arma do meu amigo, logo em seguida vi ele caindo do meu lado com o braço ferido. Então atiramos contra os PM’s e cada um foi para um lado da mata”, disse.
Para fugir, Adalbervan ficou escondido no mato até o último domingo (19) e andou pela mata até próximo a cidade de Ariquemes. Em seguida pegou um ônibus “pinga-pinga” e se deslocou até Ji-Paraná, onde se manteve escondido na casa dos pais.
De acordo com a polícia, Adalbervan é foragido da cidade de Jaru, onde foi preso por Roubo a Mão Armada e também é suspeito de ter praticado a tentativa de roubo no Supermercado Tai Max. Contra ele também consta as acusações de participação no Assalto ao Posto Vitória, onde um policial saiu ferido, e de um latrocínio ocorrido no ano passado no Anel Viário.

Fonte: Orgulhosamente – comando190.com.br – – – Matéria e Fotos.

Confira mais Fotos da Prisão

Clique nas Imagens para Ampliar


.

Prisão realizada pelo GOE (1) Clique para Ampliar

Prisão realizada pelo GOE (1) Clique para Ampliar

.
.

Prisão realizada pelo GOE (2)

Prisão realizada pelo GOE (2) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (3)

Prisão realizada pelo GOE (3) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (4)

Prisão realizada pelo GOE (4) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (5)

Prisão realizada pelo GOE (5) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (6)

Prisão realizada pelo GOE (6) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (7)

Prisão realizada pelo GOE (7) Clique para Ampliar

.

.

Prisão realizada pelo GOE (8)

Prisão realizada pelo GOE (8) Clique para Ampliar

.

.
FOTOS EM WWW.COMANDO190.COM
0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.