Menu

3 Soterrados e Dezenas de desalojados no Rio de Janeiro com as Chuvas

A forte chuva que atingiu Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, já deixou 48 desalojados e outras oito pessoas desabrigadas. O número foi contabilizado pela Defesa Civil do município nesta terça-feira (28).

A Lama trazida pelas chuvas é removida de trator nas ruas em Areal-RJ

A Lama trazida pelas chuvas é removida de trator nas ruas em Areal-RJ

O órgão montou uma força-tarefa para evitar novas tragédias desde o temporal ocorrido na última segunda-feira (27), quando três pessoas foram soterradas, sendo uma agente de saúde e duas crianças. As vítimas foram resgatadas com vida pelos bombeiros e estão se recuperando no hospital.

A prefeitura de Petrópolis informou que até às 17h desta terça-feira, a Defesa Civil do município registrou 214 ocorrências por causa da chuva. Cerca de 80% dos chamados são em decorrência de deslizamentos de terra. O índice pluviométrico da cidade marcou 13 milímetros. No entanto, na segunda-feira, o índice chegou a 138 milimetros.

Escola vira abrigo em Petrópolis
O Comitê de Ações Emergenciais da prefeitura de Petrópolis criou um abrigo na Escola municipal São Francisco de Assis, no bairro Duarte da Silveira. A Defesa Civil faz um alerta às famílias que moram em áreas de risco e pede que elas deixem suas moradias, caso a residência apresente rachaduras ou outros sinais de perigo. A Defesa Civil está em atenção e disponibiliza o telefone 199 para ocorrências.

A Defesa Civil registrou nesta terça-feira ocorrências no distrito da Posse, em Pedro do Rio, na Estrada das Arcas, Retiro, Samambaia, Mosela, Valparaíso e Independência. O itinerário de alguns ônibus foi modificado por causa dos deslizamentos de terra. Guardas municipais e agentes de trânsito orientam os motoristas nos locais com o fluxo interditado.

Chuva em Santo Antônio de Pádua
Em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, um casal morreu soterrado depois que a casa onde estavam foi atingida por um deslizamento de terra no domingo (26). Ainda de acordo com a Defesa Civil do município, a cidade foi atingida por outros quatro desmoronamentos.

Nesta terça-feira (28), segundo a prefeitura, os moradores das regiões ribeirinhas foram para áreas mais altas e casas de parentes.

Chuvas do Natal ainda interferem na vida de cidade
Em Areal, na Região Serrana, cerca de 40 famílias permanecem monitoradas pela Defesa Civil municipal. De acordo com a prefeitura, uma forte chuva durante o Natal causou quedas de barreiras e alagamentos. Três famílias permanecem desabrigadas.

Ainda segundo a prefeitura, a cidade está em estado de emergência desde o dia 24 de dezembro.

0

Anderson Guizolfe
Anderson Guizolfe é jornalista, fotógrafo profissional e se aventura no marketing e em novas tecnologias. Faz coberturas fotográficas dinâmicas em diversos eventos, e à 12 anos garimpa informações e notícias entre uma faculdade ou outra, e o serviço público.